fbpx

7 de agosto de 2015

Inspiração

0 Flares 0 Flares ×

No universo publicitário não há defeitos que não possam ser consertados por programas de edição. Peles perfeitas, cabelos impecáveis e corpos esculturais, pensados e desenhados em ferramentas como Photoshop, criam um exército de bonecas perfeitas com padrões inalcançáveis. Observando esse acontecimento a marca de lingerie, American Eagle decidiu seguir o caminho inverso: aboliu o Photoshop, usando as modelos com seus corpos sem retoques. A equipe de marketing ficou alerta, porque não sabia qual seria a reação de suas clientes, mas a surpresa foi imensa: as vendas dispararam. “Deixamos marcas de beleza, deixamos tatuagens, deixamos dobrinhas”, explicou Jenny Altman, representante da marca, em entrevista ao programa Good Morning America. “Queremos que as mulheres comecem a aceitar a sua própria beleza”, acrescentou Jenny, que ainda revelou que o objetivo da marca é promover padrões de beleza mais realistas para as consumidoras, na maioria, adolescentes.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×