2 de agosto de 2018

Você já ouviu falar em NEUROMARKETING?

0 Flares 0 Flares ×

Texto por Jaqueline Romero – Diretora de Marketing

A obra “A Lógica do Consumo”, do autor Martin Lindstrom, procura apresentar ao leitor os bastidores das pesquisas que explicam por que determinado produto vende e mostra como o cérebro das pessoas responde aos muitos estímulos da propaganda. Martin elucidou, de forma majestosa em sua obra, o neuromarketing como uma ciência que estuda como uma pessoa responde neurologicamente aos impulsos causados pelo marketing.

Para que uma estratégia de marketing funcione de fato, em meio a tanta concorrência no mercado atual, é preciso entender o consumidor. Esta tese ENTENDER PARA ATENDER nos leva à obra de RAIMAR RICHARS, que nos permite a compreensão de que cada cliente tem seus desejos, suas necessidades, especificidades e cada uma delas deve ser analisada diferentemente. Assim poderemos ENTENDER e ATENDER satisfatoriamente cada cliente. É vital compreender o que o cliente pensa, como faz suas escolhas de compra, o que chama a sua atenção e o que o deixa entediado, dentre diversos outros fatores essenciais.

São utilizados parâmetros científicos para a realização das pesquisas baseadas nesse conceito, a fim de descobrir como ocorre o processo de tomada de decisões do consumidor.

Neuromarketing não é apenas emocionar e persuadir o seu cliente; estas ações não são suficientes para conquistá-lo. O ponto imprescindível  sobre o neuromarketing é mais abrangente e detalhado do que isso. Uma maneira fácil de exemplificar isto é pensar em anúncios de marcas que ficaram na sua cabeça, mas que não provocaram emoções. Para melhor entender esta informação convido a lerem a obra: Posicionamento – A Batalha por sua Mente, dos autores Al Ries e  Jack Trout. Essa obra retrata literalmente que o que fica na mente, necessariamente, não emociona.

Neuromarketing trabalha três aspectos essenciais que são: a atenção, a memorização e a emoção.

Quando você conseguir conquistar esses três aspectos, certamente terá conseguido causar impacto em seu público-alvo.

Seja bem-vindo a essa fascinante ciência.

 

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×