19 de julho de 2018

O Planner e o planejamento estratégico

0 Flares 0 Flares ×
“Uma meta sem um plano é somente um desejo”.  Antoine de Saint Exupery

 

Texto por: Mayra Finamore – Graduada em Publicidade e Propaganda pela PUC

O planejamento estratégico de marketing e comunicação passou por diversas mudanças desde o seu surgimento. O formato de agência antigo (atendimento, planejamento, mídia, criação, direção de arte, etc) se tornou obsoleto no mercado atual, em que o consumidor final adota uma postura dinâmica e reage às ações. Ele já não aceita ser apenas números e estatísticas, e age cada vez mais efetivamente em relação à publicidade.

Percebeu-se a necessidade de ouvir a voz do consumidor na hora do desenvolvimento de produtos e campanhas, e entender a visão dos públicos para a proposta de marketing pode ser crucial. As metas estabelecidas no projeto visam o melhor caminho para atingir o objetivo da empresa. Este plano estratégico passou a ter a função de explorar e identificar oportunidades para gerar resultados. Desta forma, o planejamento começou a abranger várias áreas da agência até que surgiu o nosso amado PLANNER.

O planner é peça fundamental em qualquer agência ou setor de comunicação. Muitas pessoas já exercem essa função sem mesmo saber, por isso vamos explicar algumas funções deste novo profissional.

Quem é o planner?

É a pessoa que traça a estratégia de marketing e comunicação, é quem planeja (obviamente) e também quem começa o processo de criação. Ele é uma mistura de funções da agência:

Atendimento + Mídia + Criação + SAC = PLANNER

O que exatamente o planner faz?

Além de tudo? (risos)

Ele faz pesquisas. Precisamos estudar bem o mercado, os concorrentes e a empresa que se vai trabalhar. Além disso, analisar o público-alvo é importante para entender a eficácia da comunicação. Ele tenta entender o problema e a necessidade do cliente, e, a partir dessas informações, ele cruza os dados com inteligência, para traçar o novo plano de mídia, as campanhas e o posicionamento no mercado.

Quando se trata de mídia, o planner pode ajudar, pelo conhecimento que ele adquire sobre o público, a selecionar os melhores meios de comunicação, aqueles que vão atingir mais diretamente o target.

O planner precisa acreditar no que fala, precisa passar credibilidade, e, ainda assim, ser relevante. Esse é seu grande desafio e para isso é preciso ser criativo. Já que sabemos que obstáculos sempre existirão em qualquer segmento de atuação, a criatividade vem para auxiliar a superação de imprevistos. E é o planejamento que vai inspirar a criação a fazer um excelente trabalho.

Para conseguir exercer a função de um planner é preciso interagir com as pessoas e entender o que elas pensam de forma bem natural. Viva experiências com os produtos e serviços, para sentir o que o cliente sente ao consumir determinada marca. O profissional deve também ser útil, atento e visionário, partindo sempre do pressuposto de que o cliente não quer o óbvio, mas sim uma solução diferente, eficaz e criativa.

Referências:

https://www.webartigos.com/artigos/a-importancia-do-planejamento-estrategico-nas-agencias-publicitarias/14903

https://pt.linkedin.com/pulse/planejamento-e-criatividade-4-dicas-para-ser-um-nat%C3%A1lia-fontenele

http://www.meiosepublicidade.pt/2007/09/a-vida-de-um-planner/

https://www.digai.com.br/2015/11/digital-planner-o-que-e-o-que-faz/

http://www.intercom.org.br/PAPERS/REGIONAIS/SUDESTE2012/resumos/R33-1655-1.pd

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×