Você sabe o que é segmentação demográfica?

Conheça a estratégia de marketing que ajuda marcas a encontrarem o seu público

Ao contrário do que muita gente pensa, quando se promove um produto ou serviço, a abordagem mais eficaz não é simplesmente atingir o máximo de pessoas possível – é mais importante atingir as pessoas certas. 

Imagine, por exemplo, que você possui uma cafeteria em Belo Horizonte. Vale mais a pena que mil pessoas ao redor do país vejam seu anúncio, ou que apenas 200 pessoas o recebam, mas todas morem na capital mineira? Perceba que a segmentação demográfica é uma questão de estratégia de marketing, que tem como objetivo fazer com que o seu negócio encontre os clientes certos, aqueles que realmente terão interesse em conhecê-lo.

A segmentação demográfica é uma prática que organiza o público geral em grupos específicos, através da localização, como no caso acima, ou por renda, por exemplo. Conhecer mais intimamente o seu público-alvo facilita a criação de estratégias de marketing mais eficientes. Dessa forma, você não apenas economiza, ao fazer escolhas certeiras, mas também garante uma campanha de marketing mais eficaz, abrindo espaço para novas ideias e oportunidades surgirem e fidelizando seu público.

A pesquisa de segmentação demográfica pode ser feita usando as mais diversas variáveis (ou seja, os filtros usados para descrever um grupo) de acordo com a necessidade de cada empresa e sua identificação inicial quanto ao seu público consumidor. Confira abaixo algumas dessas variáveis:

  • Idade ou geração;
  • Localização geográfica;
  • Gênero;
  • Renda;
  • Nível educacional;
  • Estado civil;
  • Etnia;
  • Ocupação.

Porém, para fazer essa pesquisa, é preciso, antes de tudo, estabelecer seus objetivos, ou seja, o que você deseja saber ao fim da pesquisa. Então, é preciso criar uma persona que traduza o que você imagina, ou entende, ser o público-alvo daquilo que você oferece. Definir as variáveis a serem analisadas também pode facilitar na criação da persona e, consequentemente, na busca pelos resultados ideais.

Se possível, tente incluir outros tipos de classificação de público nessa pesquisa, como a segmentação comportamental, que se baseia nos hábitos de consumo do cliente em potencial, e a segmentação psicográfica, que procura compreender a personalidade do cliente, seus valores, crenças e estilo de vida.

Ao incluir todas essas classificações na sua pesquisa e, logo, nas suas estratégias de marketing, você garante maior sucesso em suas campanhas e pode adequar melhor a sua marca ao que seu público-alvo precisa.

Esse conhecimento pode ser aplicado tanto às campanhas digitais quanto às locais, mas saber a segmentação e os hábitos de consumo do seu público-alvo fará com que você compreenda em qual dessas opções vale mais a pena investir e quais são as melhores formas de fazê-lo. 

Gostou de conhecer essa estratégia de marketing? Aqui na Garden, nosso maior objetivo é fazer com que os produtos e serviços sejam encontrados pelas pessoas que mais precisam deles. Nos acompanhe no nosso Instagram para não perder nossos próximos posts, e venha nos conhecer!

Artigos Relacionados

A relevância das mensagens privadas (DMs) para o algoritmo do Instagram

Entenda o que essa ferramenta pode fazer pela credibilidade da sua empresa Você já reparou que, quando abre o aplicativo […]

Leia mais
O que é SEO?

Familiarize-se com o conceito e as principais estratégias do SEO para alavancar o seu conteúdo nas pesquisas. No último mês, […]

Leia mais
A hierarquia visual em design de textos: como guiar os olhos do leitor

Descubra os princípios da hierarquia visual e confira estratégias simples para alavancar sua presença digital Você já percebeu que, quando […]

Leia mais
1 2 3 13
contato@gardenconsultoria.com.br
(31) 2576.2078
text-align-right