fbpx

15 de fevereiro de 2016

Gerenciamento em Tempo de Crise

0 Flares 0 Flares ×

A NECESSIDADE DE SE REINVENTAR

Crise. Volta e meia, é a palavrinha que vem à tona nas conversas dos brasileiros. Às vezes, parece até que ela está incrustada em nossa realidade.
Um conceito que sempre me chama a atenção é aquele em que se corta o “S” da palavra, assim, CRISE torna-se CRIE.
Há, ainda, técnicas, metodologias, cada qual dentro de uma área específica da administração, do marketing, do comportamento humano.
Mas, convenhamos, ouvir todos os dias notícias difusas sobre a economia e a política nos deixa, a princípio, confusos e nossa reação mais imediata é perguntar a nós mesmos: “O que eu faço? Que rumo tomar?”
É necessário reinventar-se. Como?
Bem, uma das mais incríveis habilidades de nosso cérebro é a possibilidade de mediação(1) da realidade. E você pode, agora, se perguntar: “Mas que raios de ‘mediação’ é essa?
E o que ela tem a ver com o que está sendo tratado?”. Explico: essa mediação é uma prerrogativa que permite à nossa mente trabalhar com filtros que atuam em tudo que permeia o mundo ao nosso derredor.
Há alguns dias eu estava lendo a respeito da Psicologia Positiva e pude rever outros dois conceitos muito úteis: resiliência e flow.
Nossa diretora de marketing, Jaqueline Romero, já teve a oportunidade de tratar sobre resiliência em uma de nossas postagens, mas creio que ainda não tratamos sobre flow.
Por outro lado, vale relembrar (sugestão: leia antes o texto do post abaixo).

22022016---Resiliencia

Resiliência pode ser definida como a “habilidade que uma pessoa desenvolve para resistir, lidar e reagir de modo positivo em situações adversas” (Aulete).
E flow?
Flow vem do inglês, fluxo. É um estado mental de operação em que a pessoa está totalmente imersa no que está fazendo, caracterizado por um sentimento de total envolvimento e sucesso no processo da atividade. Foi proposto pelo psicólogo Mihaly Csikszentmihalyi e o conceito tem sido utilizado em uma grande variedade de campos.
Estão aí os motivos, contidos nas próprias definições dos termos, para abordarmos esses três conceitos.
Minha pergunta para você, neste momento, é: já pensou em poder usar os recursos da mediação, da resiliência e do flow como formas de contornar ou, até mesmo, debelar essa crise?
Mediar informações, filtrando o que não for aderente, adotar a postura adequada para reagir às adversidades e focar naquilo que venha a gerar estados produtivos de flow.
Quer saber mais? Consulte-nos.
Nossa metodologia de trabalho transita por esses conceitos na hora de tangibilizar ações para que você e seu negócio sejam bem-sucedidos.

Zauber Melo
Sócio-diretor
Garden Consultoria e Marketing


(1)( Mediação (do lat. tardio mediatio) 1. Em um sentido genérico, ação de relacionar duas ou mais coisas, de servir de
intermediário ou “ponte”, de permitir a passagem de uma coisa a outra. 2. Na tradição filosófica clássica, a noção de mediação
liga-se ao problema da necessidade de explicar a relação entre duas coisas, sobretudo entre duas naturezas distintas, p.ex., o mundo
sensível e o mundo inteligível, em Platão; Deus e o homem, na escolástica; o corpo e a alma, em Descartes.)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×